Publicado em 12/01/2018 11:50:45

UNIMED São Carlos inaugura nova UTI em hospital com 10 leitos

Projeto foi consolidado

UNIMED São Carlos inaugura nova UTI em hospital com 10 leitos
Equipe apresentou projeto

A UNIMED de São Carlos recebeu a imprensa na manhã desta sexta, 12, para falar da inauguração da sua Unidade de Terapia Intensiva que tem 10 leitos e já funciona no hospital que fica na rua Dona Alexandrina, no Centro da cidade.

Segundo informou o diretor-administrativo da UNIMED, Ivan Linjardi, os 10 antigos leitos, sendo dois deles de isolamento, foram para uma área dentro do próprio prédio. “Esse já é um projeto antigo que conseguimos finalizar as obras ano passado e agora inauguramos com equipamentos de última tecnologia e com uma equipe preparada que já trabalhav a aqui”, afirmou.

Linjardi disse que a ideia é dar comodidade e maior conforto para o cliente e que o espaço antigo será transformado em leito, assim como um espaço para endoscopia e observação. Questionado sobre quanto custou o investimento, Ivan Linjardi informou que o investimento em 2017 no hospital foi da ordem de R$ 5 milhões. “As obras no hospital ainda não estão acabadas, esperamos concluir até março alguns detalhes no prédio e assim completar todo o projeto”, disse.

O diretor salientou que a UTI já funcionava, mas que nesta nova fase aumentará o conforto do usuário com um espaço adequado e com tecnologia de ponta. “Vamos liberar o espaço antigo para que possamos ampliar leitos e também melhorar o atendimento”, projetou.

Inclusive, a perspectiva para o futuro é que o quadro de funcionários aumente.

Marcus e Motta

O coordenador médico da UTI da UNIMED, Marcus Vinícius Bizarro, explicou que o hospital está muito bem equipado nessa área. “Hoje entregamos uma UTI que funciona adequadamente com as normas da Vigilância Sanitária e também da Sociedade de Medicina Intensiva”, salientou.

Ele mostrou que os aparelhos de ventilação médica, camas e demais equipamentos que estruturam a UTI são dos melhores que existem no Brasil e não ficam devendo nada para nenhum centro médico. “Hoje temos uma UTI do mesmo nível de outras em grandes cidades”, informou.

Já o diretor técnico do hospital, o médico Paulo Motta, acredita que a importância dessa unidade trouxe segurança para os pacientes. “Além da terapia intensiva também fazemos o pronto-atendimento e o cirúrgico isso nos proporciona comodidade e segurança num atendimento de maior gravidade”, disse.

Paulo Motta entende que o hospital está muito próximo de ser completo. “Creio que faltam alguns ajustes, a estrutura vem sendo adequada e agora com um novo hospital vamos ampliar a capacidade de atendimento e isso favorecerá o usuário”, ponderou.

Imagens

Comentários

Mais Notícias

Página 1 de 707