Publicado em 03/10/2017 10:50:21

Corpo de reitor é recebido na UFSC em uma atmosfera de acolhimento e emoção

Ele se suicidou

Corpo de reitor é recebido na UFSC em uma atmosfera de acolhimento e emoção
Reitor foi recebido pela porta da frente

Por volta das 17h desta segunda-feira, 2 de outubro, o corpo do reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luiz Carlos Cancellier de Olivo, foi recebido com uma salva de palmas. Estudantes, técnicos-administrativos, docentes, amigos, familiares e diversas autoridades formaram um corredor na praça da Cidadania até a entrada principal do prédio da Reitoria, criando uma atmosfera de acolhimento e emoção.

Impedido de entrar na universidade em decorrência da operação “Ouvidos Moucos”, da Polícia Federal, a escolha por realizar o velório na instituição foi simbólica. Áureo Moraes, chefe de gabinete, um dos poucos a discursar na ocasião, afirmou: “O caixão chega pela porta da frente, que é o lugar por onde ele entrou nessa instituição como reitor. É justo que, nesse ato de despedida e homenagem, ele retorne pela porta da frente.”

A vice-reitora Alacoque Lorenzini Erdmann agradeceu à família do reitor, por permitir a realização do velório na UFSC: “É importante que sua última estada seja dentro da universidade, na casa que ele tanto amava. Temos a certeza de que a universidade não esquecerá jamais do grande herói que foi Luiz Carlos Cancellier de Olivo. Sou testemunha da sua dedicação, do seu amor, dos seus ideais e dos seus sonhos por essa instituição. Ele deixa a vida, deixa seu sangue pela universidade.”

Homenagem e despedida

O corpo do reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo está sendo velado no hall da Reitoria, no campus da Trindade, onde permanece até às 10h desta terça-feira, 3 de outubro. Às 11h, será levado ao auditório Garapuvu, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC, onde ocorrerá uma Sessão Solene Fúnebre do Conselho Universitário, aberta ao público. Ao fim da cerimônia, o caixão segue para Cemitério Jardim da Paz, em Florianópolis. Às 16h, ocorrerá uma cerimônia ecumênica e, a seguir, o sepultamento.

Fonte: UFSC

Foto: Jair Quint 

Imagens

Comentários

Mais Notícias

Página 1 de 639